Poesia, música em piano e fotografia. Tudo assim: muito simples, que simples é muito melhor.

Simplicidade acima de tudo

Autor: Site | Música | Myspace | Fotografia

//Pedro Simão O. Mendes (site)
//Myspace
//Carbonmade (portefólio fotografia)
//Olhares

Arquivo | Outros Blogues

O que se escreve

Terça-feira, 02 de Fevereiro de 2010

Ouvi falar de um jovem

Que com muito pouco viver

Ia vivendo o já vivido

E ainda o que tinha para viver,

Mas sem sentido.

 

Cansado de procurar outros caminhos, sem ninguém,

O jovem sem vida ia vivendo, perdido.

 

 

 

 

Nota: Poema escrito a 20-08-2009.

 

 

Pedro Simão Mendes às 15:25

Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010

Venho, hoje, lançar um desafio a todos os que visitam este blogue, mais em especial para aqueles que são entendidos no que toca ao webdesign ou que conhecem alguém com conhecimentos nesta área. ( :

 

O desafio consiste, então, no seguinte:

 

Editar o design este blogue, tendo por base os conceitos-chave

-simplicidade;

-sentir;

-os cinco sentidos; e

-poesia.

 

Tudo isso assim de muito boa-vontade, sem custos monetários para mim, com a vantagem da divulgação do nome do (web)designer como tal neste blogue - porque eu não percebo nada disto e a ajuda far-me-ia imenso jeito!

 

Caso haja alguém interessado, peço o favor de comunicar para o e-mail que se encontra na coluna direita do blogue (em "Contacto"), de preferência com a descrição daquilo que tem em mente. (não anonimamente, já agora)

 

Desde já agradecido,

 

Pedro Mendes

 


Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2010

A 25 de Junho de 2009, escrevi quatro poemas muito simples, tendo por base algumas onamatopeias. Os quatro poemas, juntos, são, no fundo, um pequeno relato de um telefonema.

Chamam-se 'Cabine telefónica' - I, II, III e IV - ,respectivamente. Serão os próximos que irei publicar: este mês, um por semana, à quinta-feira.

Pedro Simão Mendes às 16:00

Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009

E para não fugir ao cliché da época, desejo a todos um óptimo início de ano, esperando que 2010 seja, para todos, um ano de conquistas cheio de coisas boas. E que as coisas más, que nunca faltam, sejam ultrapassadas sem grandes dificuldades.

Deixo, por fim, como último post de 2009, um poema escrito a 19-11-2009, denominado 'Unificação'. Pode, quem sabe, ser considerado uma espécie de conselho para este novo ano...

 

 

Pega em tuas pontas soltas

Pega-lhes e une-as

Une-as e faz algo de ti

Pois só tu podes fazer algo de ti.

 

 

Pedro Simão Mendes às 12:31

Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009

Muito tédio e um pouco de dor.

Dois dos ingredientes

Das minhas frustrações.

 

Estes dias, um dissabor

A que faltam incidentes

E mesmo fabulações...

 

Muito tédio e um pouco de dor.

É o que existe em mim

Nos dias em que fico cansado.

 

São dias que não têm cor.

E eu passo-os assim:

Cansado e frustrado.

 

 

Nota: Este poema foi escrito a 06-09-2009.

Pedro Simão Mendes às 15:29