Poesia, música em piano e fotografia. Tudo assim: muito simples, que simples é muito melhor.

O que se escreve

Terça-feira, 02 de Fevereiro de 2010

Ouvi falar de um jovem

Que com muito pouco viver

Ia vivendo o já vivido

E ainda o que tinha para viver,

Mas sem sentido.

 

Cansado de procurar outros caminhos, sem ninguém,

O jovem sem vida ia vivendo, perdido.

 

 

 

 

Nota: Poema escrito a 20-08-2009.

 

 

Pedro Simão Mendes às 15:25

Ai.
T a 2 de Fevereiro de 2010 às 20:03

Esse 'ai' é de quê?

É de reconhecimento.
T a 4 de Fevereiro de 2010 às 00:07

De reconhecimento do tipo "Ui, que já vi uma coisa muitíssimo semelhante nalgum lugar!"?

É que se foi isso, peço imensa desculpa, que nunca me passou pela cabeça plagiar alguém! :/
E, além disso, o poema fala de mim em concreto, foi escrito numa fase em que estava mesmo "perdido". Escrevi apenas o que sentia. :s